Sobre pintas brancas na planta-jade e o que fazer

 

Você notou pintinhas/pontinhos brancos em sua planta-jade (Crassula ovata)?

Apesar de ficar até 'bonitinha', saiba que isso pode ser um sinal de problemas na forma que está cuidando dela.

Essa suculenta é de fácil cultivo e costuma dar sinais de que algo não vai bem.

Planta-jade (Crassula ovata) cheia de pintas brancas.


Faça um teste

Passe um cotonete ou pano úmido delicadamente em suas folhas e veja se essas coisinhas brancas saem. Lembrando que não estamos falando de cochonilhas, o que falarei em outro post. Se as manchinhas saírem facilmente, eis então os possíveis motivos:


Regar com água de torneira


Se a água da sua casa vem da rua, possivelmente ela tem cloro e outros minerais para o tratamento, o que significa que tem cálcio e isso pode prejudicar as raízes das plantas. Mas calma que, isso não irá matar a planta, mas pode contribuir para uma evolução mais lenta e expelido pelos poros das folhas. O melhor é regar com água da chuva ou filtrada.





Regar em excesso


O excesso de água pode ser prejudicial a planta e contribuir para que ela apodreça e morra. Com o excesso de água, há excesso de vaporização e isso faz com que os sais se depositem nas folhas das plantas. A planta-jade precisa ser regada somente quando o solo estiver seco.


Adubação em excesso


Ao alimentar a planta em excesso, os nutrientes podem ser expelidos pelas folhas. Mas também podem matar a planta! Muito cuidado ao adubar; na dúvida coloque menos do que o fabricante indica.


Excesso de fertilizante que fica no solo


Como essa suculenta não tem a necessidade de estar sempre replantando, os sais vão se acumulando no substrato o que, deixa-o todo esbranquiçado e prejudicando desenvolvimento da planta. Conforme vai fazendo as regas, os sais vão sendo expelidos pelas folhas. A dica é trocar o substrato pelo menos a cada 4 anos, para que a planta cresça saudável. 

 

Quais os cuidados para evitar que isso aconteça?

Os sais nas folhas não irão prejudicá-la. Mas, por estética se quiser remover, use um cotonete ou pano limpo e úmido para limpar.  


Pode também lavar as folhas. Mas lembrando que após lavar, deverá colocar em local quente para secar, mas longe do sol para evitar que os folhas queimem. 

 

Aqui são as folhas da Crassula ovata após a limpeza.


Geralmente essas machinhas acontecem mais em plantas mais jovens e caso aconteça com a sua é, só observar como anda cuidando dela:

Rega com água de torneira? Suspenda por um tempo e use água de chuva ou filtrada;

Adubou demais? Suspenda imediatamente, aguarde uns dois meses e volte a adubar seguindo as orientações dos fabricantes.

Faz tempo que não transplanta? É uma boa hora para dar um novo subtrato a ela. E lembre-se: "planta recém transplantada não deve se alimentar! Só adube após 30 dias do transplante".

 

Boa sorte e bom cultivo!


Quer aprender a cultivar outras espécies?


Tem alguma dúvida?
Deixe um comentário e em breve responderei!

 

Você também pode gostar

0 comentários