Pesquisar este blog

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Como cultivar e fazer florescer a flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana)

A Kalanchoe blossfeldiana, conhecida popularmente como flor-da-fortuna e calanchoê, é bastante comercializada por ser uma planta barata e de fácil cultivo, além de ser muito bonita. O presente perfeito!
 
Flores vermelhas da flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana).


Da família Crassulaceae, assim como a planta-jade (Crassula ovata), a flor-da-fortuna é uma suculenta de folhas verdes gordinhas e flores bem pequeninas, podendo ser vermelhas, lilás, amarelas, brancas, rosa ou laranja, que juntas formam um lindo bouquet. Originária da África, ela pode crescer até 30 cm.


Folhas da flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana).


Tentei cultivar essa belezinha umas duas vezes, e como não florescia mais, acabei abandonando elas, até perdê-las. Assim como eu, muitas pessoas acabam se desfazendo da calanchoê logo após a floração. Massss... não faça isso!

É muito fácil cultivá-la e fazer com que ela sempre dê flores, tanto dentro de casa, como ao ar livre.




Estive na casa da minha mãe nesse final de semana, e fiquei encantada com a Kalanchoe blossfeldiana dela. Me lembro que da outra vez que fui, era uma mudinha bem pequena plantada no chão. Como ela mesma disse depois, a planta não estava se adaptando ao local e não estava crescendo, então ela decidiu colocar em um vaso e para não deixar no chão, onde há muitas outras plantas que podem tirar o brilho dela, ela pendurou o vaso em um "varal". E não é que ela amou!

No chão ela estava em um local que está sempre úmido, pois as outras plantas têm uma necessidade maior de umidade, além de que, ela acabava ficando coberta pelas outras e não recebendo a luz devida.

Com as dicas que ela deu, resolvi compartilhar e tentarei cultivá-la novamente.


Flores vermelhas da flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana).


Cultivando dentro de casa e ao ar livre


A calanchoê pode ser cultivada em ambiente interno e externo, em sol pleno ou parcial. O importante é que seja um local bem iluminado.


Solo

O solo tem que ser bem drenável. Um solo agradável para a planta é, meia parte de areia média ou grossa de rio lavada, para uma de terra. Caso plante em vaso, use pedriscos ou bolinhas de argila expandida no fundo do vaso para ajudar a drenar a água e não acumular no fundo.

Luz

Ao ar livre, deixe a planta em um local onde bata sol, pelo menos a metade do dia.
Dentro de casa, coloque próxima de uma janela bem iluminada.

Rega

Por ser uma suculenta, a água é armazenada nas folhas, não tendo a necessidade de regas constantes. Regue quando perceber que o solo está seco, para isso, afunde meio dedo na terra para sentir se está úmido ou seco. Só regue se sentir que está seco. Lembrando que no inverno a rega deverá ser diminuída drasticamente. Evite molhar às folhas e flores para não apodrecerem.

Adubação

Use adubos orgânicos, como casca de ovos secos e triturados, farinha de osso ou esterco bovino, evitando usar todos ao mesmo tempo. Pode ser aplicado a cada 3 meses. Use também adubo de floração conforme a instrução do fabricante.


Como fazer florescer


Quando compramos ou ganhamos a planta, normalmente ela já vem florida e assim que as flores murcham, é preciso cortá-las e deixar que descanse um pouco para recuperar a energia que perdeu durante a floração.

Comece a adubar, salvo se estiver no inverno. Nesse caso, é preciso simular o ambiente ideal para floração, que é o mesmo da sua área nativa. Para isso é preciso encurtar "os dias" durante o inverno. Caso sua planta esteja dentro de casa, coloque-a em um local que fique pelo menos 12 horas por dia na escuridão. Caso esteja do lado de fora, desligue todas as luzes possíveis do jardim para que ela fique o maior tempo possível no escuro.



Como reproduzir a calanchoê


Estacas: corte estacas de aproximadamente 8 cm, retirando às duas primeiras folhas de baixo, e deixe secar por 2 dias. Depois plante em solo drenável e regue para que à terra fique úmida e não encharcada. Em média em 20 dias a planta já estará enraizada. Mantenha em local iluminado, mas longe do sol até que brote mais folhas e esteja forte o suficiente.

Folhas: retire delicadamente a quantidade de folhas que quer enraizar. Tire bem rente ao caule, sem quebrar a pontinha. Nessa ponta que estava fixa no caule, coloque no solo úmido, afundando 1 cm. Mantenha o solo úmido sem encharcar e aguarde. enraizar

Sementes: é preciso que haja polinização para que tenha sementes. Elas ficam no miolo das flores e são minúsculas. Caso consiga retirar, é só colocar em solo úmido e deixar germinar em local quente, mas sem incidência solar direta. A germinação ocorre em média em uma semana.

Dica: O solo deve rico em matéria orgânica, além de bem drenável.


Agora que já sabe como cultivar a calanchoê, que tal ter todas as cores para decorar sua casa ou jardim?

Boa sorte! E caso tenha alguma dúvida, só deixar nos comentários que respondo em breve!


Flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana) com uma floração vermelha abundante, plantada em vaso suspenso.


Quer aprender a cultivar outras espécies?



Qualquer reprodução (total ou parcial de textos ou imagens) do conteúdo divulgado no Blog "minijardimecia.com", sem a prévia autorização, é proibida. Conheça a Lei 9.610 e o artigo 184 do Código Penal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário